Compro Ferrari - Chegou a minha vez...

Discussion in 'Portugal' started by ricardo teixeira, Sep 6, 2009.

  1. ATTENTION: http/https Bug Fix! Most of us have been experiencing problems staying logged in as we navigate the site. That is simply the result of links varying between http and https, which each require different logons. To resolve we are going to force https starting sometime Wednesday. However, you may have problems accessing FerrariChat until after you log out, clear cookies/browser cache, and log back on. Keep in mind my email is admin@ferrarichat.com if you do have access problems after Wednesday. Thanks!
  1. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Acho que chegou a altura de eu realizar o sonho de infância de ser proprietário de um Ferrari.

    Felizmente já tenho os conhecimentos, e a capacidade financeira de ter (e manter) um Ferrari.

    A ideia sempre foi comprar um 308 a carburadores, pois é essa a minha preferência em termos de motores, mas com a racionalidade a pesar, acho que o 348 passou a ser o mais atractivo em termos de fiabilidade e custos de manutençao, para uma utilização mais civilizada.

    Sou da zona do grande Porto, mas não vivo nem trabalho em Portugal. Faço a pesquisa on-line, e tenho pedido ao meu pai para ir vendo alguns carros.

    Infelizmente, não tenho tido sorte, nem a postura de alguns vendedores me tem agradado. Frases como "É Ferrari e basta", "Revisões para quê, 100km ano?", não me parecem ser honestas respostas à pergunta de histórico de manutenção e proprietários...

    Será que vocês conhecem algum proprietário que queira encontrar uma nova casa para o seu estimado Ferrari?

    Cumprimentos,
    Ricardo
     
  2. portogts

    portogts Formula 3
    Project Master Owner

    Aug 31, 2008
    2,311
    Maia-Portugal
    Full Name:
    Vitor Sousa
    Boas Ricardo,
    espero que tenhas recebido a PM que te enviei.

    Aqui no forum podes encontrar pessoas de confiança para te aconselhar .

    O Mont na parte mecanica , o Rgigante sobre o 328 (desde a mecanica até ao restauro), o 430modena , joaosv , etc .

    De certeza que em Portugal existe um 348 á tua medida.

    Se me permites a minha opinião , não tenho a certeza que o 348 seja mais fiavel do que o 328. MAS se é esse o modelo que queres vai em frente!

    Já conduzi um 348 TS , um 348 GTB e um spider e posso te dizer que gostei imenso deles.

    Quanto a serem instaveis a alta velocidade , não penso que seja notorio no dia a dia!

    Boa pesquisa!!!!!!
    Vitor
     
  3. F430Modena

    F430Modena F1 Rookie
    Silver Subscribed

    May 26, 2005
    3,121
    Portugal
    O ideal é falar com os entendidos na materia.

    Mont e o Rgigante , é necessario ver com proprios olhos o carro ver com calma e detalhadamente todos promenores, em Portugal não há grandes hipoteses de escolha estes carros tem tido preços "apeteciveis" o que leva alguns "aventureiros" a comprarem o carro para o ter dois ou três anos sem fazer qualquer tipo de manutenção / ou alterarem e acabam por depois os venderem...

    È necessario fazer teste de compressão/ e teste de fugas também, tentar arranjar todo historico de manutenção do veiculo em questão, e claro saber os "defeitos" ou "feitios" de cada ferrari em questão todos eles tem algo que se deve ter cautela, aconselho a perder umas horas a ler os BuyerGuide sobre o/s modelo/s que pretende.
     
  4. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Obrigado pelas boas vindas.

    Sou Eng. Mecânico de formação, profissional do ramo automóvel e proprietário de uma colecção de clássicos toda ela restaurado por mim e pelo meu pai. Penso que sou um bom entendedor para os conselhos técnicos que me queiram oferecer. ;)

    Além de ter profundo conhecimento dos carros americanos e ingleses, também já passei pela competição. Confesso que o meu "know-how" sobre Ferraris não é muito profundo, mas é com certeza muito mais apurado que o convencional amante da marca de Enzo.

    A escolha está a recair sobre o 348, pois os 308 a carburador estão a ficar muito raros e são pouco "utilizáveis" hoje em dia. Os 328 com as suas injecções mecânicas também acabarão por ser uma potencial dôr de cabeça.... além de que os 348 estão mais acessíveis que qualquer um dos outros 3x8.

    Em relação aos Buying Guides, já os li quase todos e tentei dar o feedback ao meu pai para esta visita aos açores. Para começar já voaram 500 euros para esta viagem em vão.... :(

    Agora penso estar bem embalado com este forum, os buying guides, o Workshop manual que ja estou a ler, e a vossa ajuda.

    Cumprimentos,

    Ricardo
     
  5. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Viva Ricardo,

    Antes de mais bem vindo a este fórum! Comento abaixo o post:

    Os sonhos comandam a vida, e o dia em que os realizamos nunca se esquecem!


    Dois pontos de partida muito importantes! A razão porque se encontram tantos Ferrari negligenciados tem muito que ver com a falta de pelo menos um destes princípios!
    Gosto da regra que diz para reservar 20 a 30% do preço de compra do carro para corrigir/resolver as questões e problemas que vão surgir.


    Ah, o coração e a razão :) Uma luta constante nestas coisas dos Ferrari!
    Depois de conduzir um 308 a carburadores, devidamente afinado, é difícil esquecer o "cantar" dos Webber.
    Quanto a custos de manutenção e fiabilidade, não posso estar de acordo, embora possam dizer que sou suspeito... mas explico porquê. Até ao 328, a manutenção "corrente" (troca de correias, tensionadores, retentores das cames, etc) pode ser feita com o motor no sítio, de forma não demasiado difícil. Já no 348, é conveniente tirar o motor fora. Além disso, o 328 é talvez o modelo da Ferrari com mais "iterações" e variantes no sentido de melhorar vários pormenores. Isto torna-se óbvio depois de trabalharmos em 308's das várias gerações e no 328. Pequenos pormenores que foram fazendo a diferença!
    Não se assuste com a injecção mecânica do 328. Além de ser fiável e robusta, muitos (mas não todos) dos seus componentes estão disponíveis na Bosch. Para os principais, como o distribuidor ou o Warm Up Regulator, embora não disponíveis, existem casas da especialidade em Inglaterra (ou nos EUA) que os reconstroem a preços razoáveis.

    No caso dos 348, a correia única de distribuição (em vez de duas nos 308/328) é por vezes problemática (ou o seu tensionador), e quando falha são 8 cilindros a bater nas válvulas ...
    Não quero com isto dizer que o 348 é um mau Ferrari. Estou apenas a comparar com os 308/328 em termos de custos de manutenção e fiabilidade.
    Veja por exemplo esta thread com alguns elementos importantes quanto às diferenças dentro da série 348:
    http://www.ferrarichat.com/forum/showthread.php?t=105953&highlight=bosch+motronic+2.5


    Fuja ! :)
    Eu pessoalmente nunca quis um Ferrari com muito poucos quilómetros. Quando se começa a andar com eles, começam os problemas, precisamente por causa dessa mentalidade "se não andei com ele também não precisa de mudar nada". Um Ferrari bem mantido e que anda regularmente é, na minha opinião, o melhor Ferrari.
    O conselho do F430Modena é importante, particularmente no teste de compressão E fugas (o "E" maiúsculo é de propósito)
    Se o vendedor não é receptivo a inspecção/testes, cumprimente-o e saia. Comprar um Ferrari não é o mesmo que comprar um desportivo inglês (pergunte-me como é que eu sei).


    Eu só vendo o meu quando morrer ou quando precisar para comer :)
     
  6. mont

    mont Formula 3

    Sep 16, 2004
    1,551
    Portugal
    #6 mont, Sep 7, 2009
    Last edited: Sep 7, 2009
    Está tudo dito!!

    No entanto acrescento que entre um 308 carburadores e um 348 a diferença é abismal...
    Portanto a dualidade de opção pode existir mas não é racionalmente lógica.

    Se a opção é um Ferrari clássico com um "ronco" á antiga design vetusto no entanto belo e, o bolso é fundo, então é uma opção racional, o 308.
    Se a opção é um Ferrari utilizável, com o design similar (Eu digo melhorado), motor evoluido e robusto a opção deverá passar pelo 328.
    Se a opção passar por um Ferrari anos 90, com design diferente do que era "normal", motor evoluído, forte e perfeitamente utilizável, então o 348 é uma excelente opção.

    No outro lado da questão estão os custos dos mesmos. Para começar um 308 carburadores em bom estado e perfeitamente utilizável ronda sempre os 35000€ a 40000€. Se for de fibra pode ir aos 60000€.
    Um bom 328 GTB/S ronda os 45000€ a 60000€ (top condition).
    Um excelente 348 GTS/B (portanto a última e melhor versão) ronda os 42000 a 43000€ (a maior parte transacciona-se abaixo dos 40000€).
    Portanto por aqui se depreende que sendo o mais recente é em média o mais barato.
    Razões para isto acontecer, sem dúvida, o número disponível no mercado e as estórias por trás do modelo.
    O 348 nasceu logo marcado pela rotura com o passado. Passou a ser um Ferrari despersonalizado meio Testarossa meio coisa nenhuma... alguns plásticos de qualidade dúbia no interior, intervenções onerosas pois a cada 3 anos o motor tem que sair fora para se mudar a longa correia de distribuição... alguns "gremlins" eléctricos sem explicação lógica, etc...
    No entanto e como sempre a aceitação apesar de não ser inicialmente optimista, acabou por ser uma realidade bem mais risonha.
    E é curioso que muitos dos verdadeiros donos e apaixonados pela Ferrari não trocam o seu 348!!
    Eu conduzo desde há 2 meses diariamente um 348 GTS, modelo 94. Estou absolutamente rendido a este "patinho feio LINDO". Não tenho problema nenhum em afirmar que é melhor que os primeiros 355...
    Ao fim de 15 anos acabou de ver o alternador Nippodenso recondicionado pela primeira vez!! Naturalmente se fosse o Delco das primeiras versões (89 a 91) já teria feito esta intervenção 3 vezes!
    A sua manobrabilidade é perfeita, apesar de não ter direcção assistida, claro que a estacionar é mais complicado mas isto é um pormenor, a sua condução é intuítiva e segura (ABS perfeito ao tacto e á resposta), o motor é redondo e disponível em todas as faixas e em todos os regimes, os vidros sobem e descem quando queremos o A/C é eficiente quando funciona!! Mais uma particularidade de fácil resolução quando não funciona!! O ronco é excelente, especialmente sem catalizadores (é o meu caso)...
    A torção é absorvida pelo excelente chassis e medidas compactas do 348.
    As virtudes continuariam....

    No lado menos bom, temos uns plásticos beras pois são revestidos por material biodegradável, portanto no tempo e ao toque passamos a ser parte integrante do interior num processo de simbiose e metamorfose qual selva amazónica!! Alguns puristas fundamentalistas dirão que será esta a mais pura das sensações quando se tem um Ferrari. Isto é, sempre que nos tocamos ficamos sempre com algo um do outro. Nós com os dedos pretos e viscosos e as calças sujas (de roçarem na coluna de direcção...) e o Ferrari com a marca indelével da nossa identidade, isto é, marcado com as nossas impressões digitais!! E com os cabelos louros da "outra"! E ainda os dedos do pendura...

    Com algumas horas de trabalho eliminamos esta particularidade que nos torna tão próximos...

    As intervenções mecânicas são simples e directas uma vez o motor fora. Por estes dias irei fazer esta operação no 348 e vão ver que não custa nada. Por outro lado, motor fora e, tudo se intervencciona bem melhor.

    As diferênças entre as várias versões do 348 estão ilustradas no link do RGigante mas Eu acrescentaria a recolocação da bateria á frente junto ao condutor em vez de atrás junto ao motor.

    Por fim devemos sempre lembrarmo-nos da máxima do grande Enzo. O melhor Ferrari é sempre o último, portanto no que diz respeito ás diferentes versões do mesmo modelo, ela mantém-se.

    Quando disse "bolsos fundos" para o 308, disse-o porque a escassez de peças é uma realidade e os carburadores são uma joia para poucas mãos!!

    "Refinalmente", não se esqueçam que o belo 355 nasce do "feio" 348... e acreditem que na estrutura e chassis a diferênça é quase nenhuma.

    Abraço
     
  7. Tired of seeing this ad? Upgrade now
  8. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Na mouche, Mont!
    Tinha-me esquecido daqueles interiores biodegradáveis tipo papel mata-mosca :)
    Mas o GTS com que andas é muito bonito e soa muito bem !
     
  9. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Ricardo,

    não há novidades?? Soube ontem de um 348 para venda, na zona de Ponte de Lima, de alguém que já não usa o carro há muito tempo. Interessado? Posso tentar saber mais pormenores.

    Já agora, um abraço ao seu pai! :)
     
  10. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Se fosse possível investigares-me esse carro agradecia bastante.

    O melhor que encontrei até agora é um 348 TS de 1994 em muito bom estado...

    Ponte de Lima fica relativamente perto do meu pai, e assim ele dava um salto até la.

    Já foi aos Açores e a Lisboa esta semana, por isso era só mais uma voltinha...

    Desde já o meu obrigado.

    Abraço,
    R
     
  11. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Para ronco já tenho o meu Corvette de 1970, 7500cc e caixa manual.... ;)

    Os carburadores são a minha paixão.... desde muito novo! Um dos meus primeiros restauros foi um Honda s800 com quatro Kei-him.... e desde então, afinar carburadores múltiplos é quase um vício.... já cheguei a casa depois de um vôo de 7 horas e meia, e porque um conhecido nosso estava la em casa a visitar-nos com o seu Aston Martin a trabalhar a "4" cilindros, não o deixei sair de lá sem estar a trabalhar em condições..... ;) Por isso era, no meu caso, menos uns €€€ gastos....

    Gostaria era de deixar desde já um muito obrigado a todos vós que me responderam, aconselharam e informaram.

    Abraço,
    R
     
  12. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Amanhã telefono à pessoa que me falou. Quando tiver novidades digo.
     
  13. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Um dos trabalhos que mais gosto de fazer é sincronizar e afinar os carburadores de um MGA ou MGB, e tive o prazer de o fazer no fim de semana passado, antes de ir ao Caramulo :) É um prazer ouvir o motor a "cantar" de maneira diferente! Infelizmente é uma arte que se está a perder ...


    De nada!
     
  14. Tired of seeing this ad? Upgrade now
  15. pedro233

    pedro233 Formula Junior

    Boa Noite,

    First things first..chamo-me Pedro Simões, 29 primaveras, residente na zona de Lisboa/Parque das Nações, e possuidor de à 2 meses a esta parte de um 348TB de 05/1991.

    Do carro, tenho até agora que dizer maravilhas, reconhecendo ainda assim que mesmo não sendo um Ferrari de referência, é o que me enche de alegria; não tem o carisma e/ou o estatuto de outros modelos, mas foi o que as minhas posses me permitiram comprar/manter.

    Para o também recém-chegado user Ricardo Teixeira, um conselho (se é que posso dar um a alguém que é Eng.º Mecânico) : cuidado com a história da revisão/mudança da correia de distribuição à "x" tempo atrás e depois o carro está para venda, mas parado nos stands.

    Pesquisei durante 1 ano e meio a compra de um 348, e vi 5 exemplares (um amarelo em Corroios, um Vermelho em Almada, um Preto em Sintra, um Vermelho em Saldanha/Lx e outro vermelho na Póvoa de Stº. Adrião) os quais tinham a revisão deste item efectuada, mas feita à mais de 2 anos a esta parte, encontrando-se os respectivos carros imobilizados em stands sem andar desde então.

    Do que tenho pesquisado neste site e em threads deste modelo, este serviço é recomendado de 3 em 3 anos circulando o carro, ou de 2 em 2 estando parado, portanto cautela nos vendedores com a lábia "tem a revisão da correia feita à apenas 200km atrás", e depois pede-se a factura comprovativo e ou não existe, ou quando existe é de ha 3 ou 4 ou mais anos atrás...

    Por último uma questão aos consultores Mont/RGigante sobre um mito que li sobre este modelo: é verídico que antes de iniciar a marcha num 348, se num único movimento fizermos na caixa de velocidades Neutro => Marcha Trás => Primeira => Neutro e depois arrancarmos, isto faz um suposto "reset" na caixa de velocidades e permite passagens de caixa menos "ríspidas" e mais rápidas?

    Desculpem a ignorância, mas de vez em quando ouvimos algumas coisas sobre algum modelo da Ferrari, e como nem de perto nem de longe possuo a Vossa experiência é sempre bom aprender com quem domina.

    Cordialmente,
    Pedro Simões
     
  16. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Em relação ao reset não li nada, mas um membro deste forum experimentou numa caixa de um Mondial, que penso ser idêntica, 3 situações diferentes:

    1- Veios dos selectores com valvolina normal à temperatura ambiente.
    2- Veios dos selectores com valvolina aquecida com secador do cabelo
    3- Veios dos selectores secos
    4- Veios dos selectores com spray de anti-ferrugem (Penetrating, HD40)

    E concluiu que efectivamente a passagem a frio de 1ª para 3ª é o mais indicado pois estes selectores são muito sensíveis à viscosidade da valvolina...

    Mas sou todo ouvidos a mais informação...
     
  17. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Fico à espera... Thanks!
     
  18. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Bem vindo Pedro!

    Aqui para mim não há diferenças de estatuto, apenas apaixonados por uma mesma marca e por automóveis em geral.

    Muito bem! Muitas das histórias de carros que partiram as correias prematuramente têm a ver com o tempo de inactividade.


    Por ser um pouco longa a explicação e mais abrangente do que este tópico, vou colocar outro post com uma pequena desmistificação desse tema ...

    Já agora, vamos encontrar-nos em Portimão? :)
     
  19. bg2

    bg2 Formula Junior

    Dec 3, 2006
    773
    Rgigasnte, estiveste no caramulo?

    desfilaste? não me recordo de nenhum MG

    cumprimentos
     
  20. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    #18 RGigante, Sep 13, 2009
    Last edited by a moderator: Sep 7, 2017
    Então aqui vai a questão da dificuldade das caixas de velocidades a frio ... não vou mencionar a óbvia diferença de viscosidade a frio e a quente, que contribui para a maior ou menor eficácia dos sincronizadores. A título de exemplo lembro-vos a diferença substancial que senti no meu carro depois de ter mudado a valvolina para RedLine

    O motivo é relativamente simples, mas a explicação talvez nem tanto. É necessário ter uma noção básica do funcionamento de uma caixa de velocidades. Para se inspirarem, se quiserem recorram à fotografia que tenho aqui no fórum da minha caixa de velocidades vista de baixo. Vou usar o 328 como exemplo.

    Se olharem para a disposição das mudanças na caixa, temos à esquerda marcha-atrás e primeira, ao meio segunda e terceira, e do lado direito quarta e quinta. Cada uma destas corresponde a um veio de comando na caixa, que vai accionar a mudança respectiva. O veio de comando que vem do selector "escolhe" o veio em que vai "pegar" dentro da caixa. Esse veio tem depois três posições de "repouso", impostos por pequenas molas e esferas (cuja foto também podem ver em fotos na mesma thread de restauro) e respectivos rebaixos no próprio veio. Assim se obtêm, segunda, ponto morto e terceira, no caso desse veio.

    O problema no caso de vários modelos da Ferrari é que o veio de segunda-terceira entra num orifício existente na tampa lateral da caixa, quando se engrena segunda. Esse orifício, que é completamente fechado, e que tem certamente algum óleo, representa uma resistência significativa à entrada do veio quando o óleo está frio e portanto mais viscoso.
    Quando aquece, para além da menor viscosidade do óleo, é preciso não esquecer que os coeficientes de dilatação do alumínio (caixa) e do aço (veio) são diferentes. O alumínio dilata bastante mais do que o aço, fazendo com que a folga existente aumente, facilitando a penetração do veio (que raio de conversa ... :) )

    Claro que o facto de isto acontecer é muitas vezes "profilático", disciplinando as pessoas no sentido de não maltratarem a caixa enquanto está fria, o que não deixa de ser importante. Para os que a respeitam, ou que simplesmente se querem ver livres de um verdadeiro ex-libris destas máquinas a solução é simples: tirar o motor fora, desmontar a caixa e fazer o pequeno furo que a foto documenta. Desta forma a dificuldade de selecção da segunda velocidade a frio é simplesmente eliminada !!

    Quanto à manobra de seleccionar marcha-atrás, primeira, ponto morto, etc, numa caixa manual, não vejo grande vantagem nisso. Mesmo que fosse para distribuir bem o óleo pela caixa, basta arrancar suavemente que ele começa logo a ser espalhado!

    Alguém tem uma perspectiva diferente?
    Image Unavailable, Please Login
     
  21. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Não, não desfilei, esteve sempre parado no parque da escola EB23
     
  22. pedro233

    pedro233 Formula Junior

    Caríssimos,

    O meu muito obrigado ao Ricardo e ao RGigante pelas explicações da caixa de velocidades e dos diferentes cenários apresentados, pois uma pessoa tende a ouvir estórias que mistificam o funcionamento destes itens, e depois (como no meu caso pessoal) não entendo muito de mecânica (e de mecânica ferrari em particular) gosto de ouvir falar quem sabe e quem intervenciona estes modelos.

    Gostaria que o colega consultor Mont, quando tivesse oportunidade para isso, dissesse a respeito da excelente solução para o problema das passagens de caixa a frio para mudanças par (2ª vel.) descrito pelo Rgigante, se já alguma vez a efectuou nos vários 348 que intervencionou, o GTS, o Spider (entre outros), pois tive a oportunidade de conversar com posteriores donos de alguns desses carros (o spider nomeadamente) e eles só diziam maravilhas do estado e comportamento geral do carro. :) Algumas dicas adicionais que nós podemos saber? ;)

    Por último, estarei ausente na 2ª quinzena de Outubro no Egipto (outra das minhas grandes paixões..as pirâmides!!!) pelo que passarei o encontro do Algarve em Portimão, mas não passarei uma cafezada aqui para os lados de Lisboa quando combinarem ;)
    Apenas posso aos fins de semana, pois durante a semana não estou fixo no meu trabalho em Lisboa.


    Grande Abraço a tutti
    Pedro Simões
     
  23. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Ricardo, PM.
    Este 348 TB tem 2.000Km ... mas parece que está parado há bastante tempo!
     
  24. ricardo teixeira

    ricardo teixeira Formula Junior

    Sep 2, 2009
    356
    Luanda / OPorto
    Full Name:
    Ricardo Teixeira
    Então, se o proprietário fôr realista, seria uma boa opção para mim.

    Alguma razão especial para estar parado?

    Abraço,
    R
     
  25. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,864
    Portugal
    Segundo me foi dito, falta de tempo para andar com ele ... mas vale o que vale.
     
  26. pedro233

    pedro233 Formula Junior

    Boa noite Ricardo,

    Conforme combinado, tentei verificar o rasto do 348 spider matrícula CP, que foi parametrizado e revisto pelo nosso colega consultor Mont, em 2007.

    http://www.ferrarichat.com/forum/showthread.php?t=92676&page=233

    O carro esteve à venda em 2 stands da margem sul (onde tive oportunidade de o experimentar antes de aquirir o meu TB), de seguida foi vendido para comércio para Leiria, e pasme-se, encontra-se agora anunciado num stand da Expo/parque das nações, que fica na rua acima onde resido :)

    http://www.standvirtual.com/index.php?op=show&id=p683981

    Vou tentar amanhã lá dar um saltinho para confirmar se é efectivamente o de matrícula CP que experimentei, e que estava em excelente estado (confesso que dos oito 348 que experimentei, nenhum puxava como aquele..mas os aéureos não esticam!) :):):):)

    Embora confirme a veracidade das fotos, pois foram tiradas ao pé do meu condomínio, posso desde já adiantar que o stand em causa não tem viaturas expostas, apenas 2 secretárias com computadores, mas vou tentar saber onde se encontra o carro fisicamente.

    Grande abraço
    Pedro Simões
     
  27. F430Modena

    F430Modena F1 Rookie
    Silver Subscribed

    May 26, 2005
    3,121
    Portugal
    #25 F430Modena, Sep 17, 2009
    Last edited: Sep 17, 2009
    Ja agora 348´s Spider existem:

    55-60-RX
    35-81-MN
    41-42-RM
    80-24-CP

    Entretanto no meio de 83 Ferraris 348 que tenho na minha BD tem de apareçer algum com boas condições :)
     

Share This Page