News

Uma aquisição difícil

Discussion in 'Portugal' started by AlfistaPortoghese, Mar 18, 2014.

  1. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Meu caro Pedro,

    De facto temos em comum o facto de partilharmos a mesma cidade, a mesma paixão por automóveis e praticamente a mesma idade. Além da sua ajuda inestimável (por exemplo, com os pneus do Mondial: se não fosse a sua experiência, teria que aprender com a vida na pele, à custa de dores de cabeça), acaba por me descansar muito o facto de ter alguém que frequenta os mesmos locais com o mesmo tipo de viatura e que possamos por isso partilhar experiências e nos ajudar-mos mutuamente. Já fui tão ajudado por todos e em particular por si, que mal vejo a hora de retribuir todo o tempo e apoio que me vem sendo dispensado desde o momento que era apenas um mero aspirante a adquirir o meu primeiro Ferrari.

    Apesar de só ser proprietário há cerca de dois meses, já se sucederam um ou dois episódios por parte do grande público que realmente me fizeram questionar se adquirir um Ferrari em Portugal foi boa ideia. Mas, ao mesmo tempo, penso que tenho que fazer a minha vida, independentemente do que possa vir a acontecer e não me posso deixar condicionar por isso. Mas confesso que certos dias ao deitar, me chateia.

    Já percebi que de facto todos os episódios, por mais cómicos e improváveis que pareçam, é só questão de QUANDO vão acontecer, em vez de SE vão acontecer. Uma táctica que tenho vindo a descobrir é sair de madrugada com o Ferrari durante a semana, altura em que consigo "degustar" um pouco a máquina, longe de olhares indiscretos e um pouco mais "defendido". O meu sono sofre um pouco no dia seguinte como consequência, mas vale a pena.

    Entretanto fui hoje visitar o Mondial. Postarei fotos amanhã e darei algumas novidades. Continua a caminho da plena saúde mecânica!

    Um forte abraço,

    Nuno.
     
  2. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    #102 AlfistaPortoghese, May 25, 2014
    Last edited: May 25, 2014
    Conforme prometido ontem, algumas fotos do Mondial no elevador:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    Da visita de ontem, chegou-se às seguintes conclusões:

    - Nas duas últimas facturas (fora da marca), foram debitadas ao anterior proprietário, pelos menos dois itens que simplesmente não foram trocados: óleo da caixa e óleo dos travões. Desconfio que ambos estavam lá já desde a major de 2010, o que explica a minha luta com a caixa e a minha reclamação relativamente à eficácia travões, bem como o estado lastimável em que os fluidos se encontravam. Portanto, tudo quanto é fluido do Mondial vai ser reposto novo e atestado, bem como respectivos filtros. Lamentável esta situação de papel que atesta e cobra serviços que não são levados a cabo.

    - Relativamente à bomba de água (entre outros tubos), alguém usou os de menor qualidade e mais baratos que conseguiu encontrar. Todos ressequidos e gretados, sendo só questão de tempo até começarem a verter. Para corrigir a situação, já foram encomendados novos tubos de material mais resistente ao calor e pressão. O mesmo relativamente a todas as anilhas, que se encontram ou desgastadas, ou incorrectamente instaladas (cada uma a apontar para seu sítio e apertadas com força excessiva, danificando o tubo). Alguém no passado andou a poupar custos, o que não me parece boa ideia, pois nada mas é do que adiar uma bomba relógio, além de não ser a forma mais correcta, a meu ver, de manter com zelo uma belíssima máquina (poupando aos 40 ou 50€ em tubos). Sempre referi desde o primeiro momento que a minha preocupação fulcral era ser capaz de cuidar adequadamente de um carro como um Ferrari e, muito honestamente, se tivesse alguma restrição orçamental que me obrigasse a escolher os materiais mais baratos que encontrasse, não me teria iniciado nesta "aventura".

    - Pastilhas de travão Mintex novas.

    - Borrachas da suspensão novas. As antigas já haviam encomendado a alma ao criador e talvez explicasse pelo menos parte do referido barulho que registava.

    - O erro do ABS advém, muito provavelmente, de cabos que derreteram (roda da frente esquerda). Não será necessário substituir a unidade, mas serão instalados novos cabos.

    - Como havia sido referido anteriormente, 4 pneus novos e 8 velas novas.

    - Os únicos itens que estão praticamente novos, a funcionar perfeitamente e que portanto serão mantidos, serão os 4 discos de travão, a correia de distribuição, rolamentos e filtro de ar do motor. O filtro de combustível será verificado oportunamente ao longo da semana que se avizinha.

    Penso não me estar a esquecer de nada e continuo esperançoso de o ter de volta a tempo do belíssimo passeio a Reguengos! Estou também extremamente expectante, porque se já estava apaixonado pelo Mondial mesmo estando ele algo longe de estar na plenitude das suas capacidades, imagino agora, acabadinho de sair de uma "major" e das mãos de quem vem!

    Um abraço com estima,

    Nuno.
     
  3. jncevcosta

    jncevcosta Rookie

    Oct 26, 2013
    48
    Se muitas vezes fazendo a revisão na própria marca são cobradas coisas que não são trocadas, tendo eu conhecimento de situações cujo mecânico cobrava uma peça x e ela ia para à mala do seu carro, a probabilidade de isso acontecer numa oficina fora também deve ser elevada, a não ser claro que segundo o que percebi do seguimento deste post seja uma pessoa referenciada e com bons princípios.

    Muitos parabéns por tentar dar o melhor ao Mondial pois ao fim destes anos todos aparenta exteriormente estar bastante bem tratado :)

    Cumprimentos

    José Costa
     
  4. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Caro José Costa,

    Antes de mais, muito obrigado pelas suas muito simpáticas palavras!

    Com toda a franqueza, também eu já tinha ouvido falar em situações menos claras no que a substituição de peças diz respeito mas, felizmente, nunca tinha sido "vítima" disso pessoalmente (e, mesmo agora, felizmente, acabo por sê-lo indirectamente). É uma prática desonesta mas fácil de levar a cabo, porque se se parar para pensar no assunto, quantos proprietários é que, não percebendo nada de mecânica, iriam colocar o carro de propósito no elevador para confirmar item por item se as peças e fluidos foram substituídos? Mesmo que o fizessem, nem saberiam para o que estão a olhar, como é o meu caso.

    Para mim é tudo novo, cada dia que passo nesta fantástica comunidade e cada dia que me dirijo à oficina, aprendo sempre algo novo. No que toca a erros, tenho a impressão que num espaço de tempo relativamente curto já aprendi muito com o conhecimento e experiência de outros proprietários, o que é óptimo! Aprender cedo evita muitas dores de cabeça futuras!

    Relativamente à pessoa que me está a intervencionar o Mondial, fico descansado principalmente por quatro motivos:

    - Vir recomendado pelo Pedro, cuja opinião e experiência muito valorizo e escuto com toda a atenção. Especialmente porque tudo o que o Pedro me indicou relativamente ao trabalho da pessoa se confirma à letra e à vírgula.

    - O tipo de viaturas e de clientes que a pessoa recebe na sua oficina, não esporadicamente mas há anos (o meu Mondial, comparado com outras máquinas que por lá andam e passam, é uma mera nota de rodapé).

    - O facto da pessoa em questão ter trabalhado na Ferrari largos anos, adquirindo uma experiência única a todos os níveis relativamente a estes carros.

    - O facto da pessoa ter uma atitude que, mais louvável, pedagógica e construtiva é impossível: sempre que se depara com algo que parece menos correcto, chama-me para acompanhar com ele o trabalho e mostrar o antes e o depois, para que não exista uma sombra de dúvida. É sempre reconfortante encontrar pessoas que ainda primam pela competência e seriedade.

    Quero apaparicar o Mondial o melhor que conseguir e, apesar de estar com saudades do carro, é um tremendo prazer dedicar-me a pô-lo impecável mecanicamente. Muitos de vós, em especial o Rui e o Vitor, saberão infinitamente melhor do que eu o prazer que disto se retira! É certo que dá trabalho, é certo que por vezes é muito cansativo (como ontem que passei quase a tarde toda na oficina), mas é uma delícia!

    Agora estou dependente da chegada das peças encomendadas de Inglaterra, para que possam ser instaladas. A ver se algures durante a primeira semana de Junho já tenho o Mondial de volta.

    Um abraço com amizade,

    Nuno.
     
  5. jncevcosta

    jncevcosta Rookie

    Oct 26, 2013
    48
    Caro Nuno,

    Isto para mim é o mais importante:

    "É sempre reconfortante encontrar pessoas que ainda primam pela competência e seriedade."

    O importante é que quando sair da oficina esteja pronto para largos meses sem chatices.

    Cumprimentos
     
  6. F430Modena

    F430Modena F1 Rookie
    Silver Subscribed

    May 26, 2005
    3,143
    Portugal
    Olá Nuno

    O carro está em boas mãos :) :)

    Foi no momento certo que o Mondial veio para si , assim vai voltar a ter todo o tratamento especial como teve quando ia a Ferrari :) :)

    Cumpts,
    Tiago
     
  7. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,867
    Portugal
    Caro Nuno,

    Infelizmente já verifiquei algumas vezes a situação que relata, no que diz respeito a serviços facturados mas não executados. Pior ainda do que isso, já verifiquei que alguns serviços mais valia não terem sido executados, já que estragaram mais do que se não tivessem feito nada!

    Um exemplo: roscas das velas moídas por aperto excessivo. Resultado: tirar o motor, desmontar as cabeças e mandar arranjar as roscas. Pelo meio, "já agora", rodar válvulas e descarbonizar. Muitas vezes o barato sai caro, e quem apanha com a "batata quente" é que é o mau da fita!

    Felizmente as alternativas credíveis existem, e a partilha dessa informação entre os proprietários (e não só) é muito importante. Nem sempre o "curriculum" por si só é uma referência. A ausência de histórias como as que eu contei é bem mais importante!

    Nuno, o seu carro vai ficar como deve ser. É só a espera que é tramada :)
     
  8. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Enquanto o Mondial se encontra "no estaleiro", aproveito para partilhar convosco um artigo que um amigo teve a simpatia de me enviar por e-mail, parte integrante da revista Motor Clássico.

    Sei que nem todos os adeptos de automóveis, Ferrari ou não, nutrem o mesmo carinho que eu tenho pelo Mondial e/ou pelo seu papel na história da marca mas, em todo o caso, como é tão raro alguém se debruçar mais a fundo sobre o modelo, espero que seja uma leitura agradável.

    Existem algumas imprecisões na publicação, nomeadamente sobre a data de aparecimento do ABS no Mondial e sobre a duração das correias mas fiquei muito contente por verificar que a revista, analisando o período de 1980 a 1993 e os diversos Mondiais comercializados, opta por eleger o modelo mais equilibrado precisamente o meu 3.2 cabriolet, apesar do T ser inquestionavelmente mais possante e, para todos os efeitos, um prelúdio do 348.

    Página 1:
    [​IMG]

    Página 2:
    [​IMG]

    Página 3:
    [​IMG]

    Página 4:
    [​IMG]

    Página 5:
    [​IMG]

    Página 6:
    [​IMG]

    Um abraço com estima,

    Nuno.
     
  9. RS6bird

    RS6bird Formula Junior

    Mar 20, 2006
    316
    Lisbon, Portugal
    Full Name:
    RS6Bird
    Conheço bem essa garagem...o carro está em muito boas mãos...o meu 355 sai de lá sempre impecável ;-)
     
  10. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    #110 AlfistaPortoghese, Jul 12, 2014
    Last edited: Jul 12, 2014
    Boa tarde a todos,

    Após um mês e meio de manutenção (em números redondos), muito me apraz informar que já tenho o Mondial de volta!!! Fui buscá-lo à garagem do Sr. Paulo há cerca de uma semana e, entretanto, já tive oportunidade de realizar cerca de 350km com ele. Entretanto, uma boa supresa: tenho um Ferrari económico! Gastei cerca de meio depósito de Sem Chumbo 98 para percorrer a distância supra mencionada, uma autêntica surpresa, partindo do princípio que o ponteiro fornece leituras certas (no meu caso tem fornecido, o problema é do meio do depósito para baixo, que é uma lotaria).

    Resumindo a lista de intervenções levadas a cabo (penso não me estar a esquecer de nada).

    - Substituição do líquido dos travões e 2 purgas do sistema de travagem.
    - Substituição do óleo da caixa de velocidades e afinação do selector.
    - Novos tubos em silicone para a bomba de água.
    - 4 Pastilhas de travão Mintex e manutenção dos discos de travão.
    - Borrachas da suspensão novas.
    - Substituição do óleo do motor e filtro de óleo do motor.
    - 8 velas novas NGK.
    - Substituição de cabos da unidade do ABS.
    - Nova placa de matrícula.
    - Novas escovas limpa pára brisas.
    - Acertos do pára choques posterior e "guelras" laterais.
    - IPO realizada e válida até 07/2015.

    Questões ainda a resolver:

    - Conseguimos baixar a capota na totalidade e o mecanismo encontra-se original e em pleno funcionamento. No entanto, a cobertura da capota, devido a ser feita de tecido, com o tempo, encolheu, daí a minha luta com o mecanismo. Irei utilizar a cobertura original Ferrari para fazer uma nova cobertura.

    - Faltam 4 pneus novos. Devido à medida das jantes estar homologada em milímetros em vez de polegadas, cada pneu custa uma pequena fortuna sem grande justificação, a não ser esta que vos apresento. No livrete, só consta uma medida homologada e é também em milímetros. Ainda não decidi se compro os 4 pneus novos para as jantes em milímetros ou se compro 4 jantes novas (mantendo a originalidade o mais possível?) e posteriormente coloco os pneus a meu gosto, sem condicionalismos. Ainda assim, terei que me informar sobre a questão burocrática inerente a este hipotética mudança.

    - Um pequeno capricho eléctrico que se revelou exactamente minutos após ter saído da oficina do Sr. Paulo quando fui abastecer (tinha meio tanque e como a partir daí ter ou não ter ponteiro é a mesma coisa, não arrisco): o botão que abre o depósito de combustível resolveu teimar comigo e não abrir, para gáudio de quem abastecia naquele posto na altura. Graças à ajuda do Sr. Paulo lá consegui que o botão conseguisse abrir eléctricamente o compartimento do motor e abrir o depósito manualmente.

    - Continuação do tratamento da pele dos bancos posteriores, tentando ultrapassar a sua extrema rigidez derivada da falta de uso.

    Em todo o caso, são questões de pormenor, próprias de um veículo desta natureza e idade e, acredito eu, de fácil e rápida resolução.

    Fiquei particularmente feliz com um comentário do Sr. Paulo, que me fez ganhar o dia: Disse-me que apesar das suas 26 Primaveras a completarem-se dentro de uma quinzena e dos seus quase 45.000km, o motor apresenta muita vitalidade e energia, sem nenhum sinal de cansaço. A confirmação de que possuo absolutamente todos os acessórios originais do veículo tal qual saiu da fábrica em 1988 (manuais e demais livros, cobertura da capota, caixa de ferramentas, etc) bem como a validade do certificado clássico da fábrica também me tranquilizou bastante.

    Agora sim o Mondial passou de ser aquele bicho que em vez de prazer de condução, só me transmitia dificuldade e força, para ser uma verdadeira delícia de condução. Agora sim consigo desfrutar do meu Ferrari, com prazer e calma, em vez de dificuldade e cansaço.

    Por fim mas mais importante que tudo, deixar a minha palavra de apreço ao Sr. Paulo, por toda a simpatia, disponibilidade, profissionalismo e competência. Entreguei e entregarei sempre o meu Ferrari aos seus cuidados, de olhos fechados. Este Mondial deu-lhe bastante trabalho, mais trabalho do que a sua simpatia e educação lhe permitiram admitir, e o que é facto é que saí de lá com um Ferrari completamente diferente do que entrou. Um autêntico caso de Dr.Jekyll e Mr.Hyde de 4 rodas. Certas coisas não há dinheiro que pague e este é um excelente exemplo disso mesmo, na minha opinião.

    Estes veículos não são de uso diário mas como pude facilmente notar, gostam de ser utilizados com frequência. Em breve darei um passeio com a família e colocarei as fotos da praxe!

    Deixo de novo um reconhecido abraço a todos pelo apoio e dicas, quer pelo fórum quer no encontro realizado em Reguengos de Monsaraz. A ajuda de todos ao longo destes quase 2 meses foi preciosa, mas seria injusto não deixar uma menção especial para o Rui, António, Pedro e Carlos pela paciência a roçar o interminável comigo. Almejo um dia poder ser-vos tão útil e decisivo quando foram para mim.

    Um abraço com estima e amizade,

    Nuno.

    P.S: Agora só preciso de ajuda para tirar da cabeça a ideia persistente de apaixonado de adquirir o meu Ferrari de sonho (já que os Testarossas são escassos), um 355, ainda para mais agora que foi classificado, ainda que com alguma controvérsia, como investimento de grau B pela SCM Pocket Price Guide.
     
  11. pedro233

    pedro233 Formula Junior

    Parabens por um desfecho positivo em mais um Ferrari restaurado ao ponto que merece!
    Tente ver a questao dos pneus o mais depressa possivel, porque a verdade é que eles tinham estrias, e com o asfalto nestes dias a atingir 40 graus e às vezes até mais, rolando o carro por muitos km não convem arriscar!
     
  12. RGigante

    RGigante F1 Rookie
    Project Master Owner

    Nov 1, 2006
    2,867
    Portugal
    Nuno, antes de mais parabéns pela forma como encarou o desafio e o superou! Muito bem!

    Não perca tempo a substituir os pneus: faça-o já. São o seu ponto de contacto com a estrada e não faz qualquer sentido (muito mais num Ferrari) não ter um bom pneu.
    Quanto às jantes, e ainda tendo em conta o ponto anterior, eu pessoalmente trocava as jantes por umas em polegadas e ficava com um muito maior leque de escolha de bons pneus. O preço do conjunto (jantes + pneus) deverá ser mais ou menos da mesma ordem de grandeza de quatro pneus em milímetros.

    Naturalmente guardava as originais para a posteridade e eventualmente para as inspecções :)
     
  13. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Muitíssimo obrigado, caros Pedro e Rui!

    Estou a debruçar-me sobre o assunto e gostaria de vos pedir ajuda, se possível. Realizei algumas pesquisas preliminares pela internet, mas até agora apenas encontrei um site, a Superformance, que comercializa jantes novas e originais Ferrari para o Mondial, precisamente para ultrapassar a questão métrica.

    De resto, tenho apenas encontrado jantes usadas ou jantes novas mas não originais Ferrari, tanto dentro do espaço Schengen quanto nos EUA (como aprendi com o meu erro anterior de novato, a evitar a todo o custo).

    Não tendo termo de comparação, não faço ideia se o valor pedido se enquadra no que normalmente é praticado no mercado.

    Neste sentido pedia-vos, por favor, caso tenham conhecimento de algum site da vossa preferência em termos de peças, que mo indicassem. A escolha dos pneus, uma vez com as jantes em polegadas, é fácil. As jantes é que me estão a dar dores de cabeça! As originais irão sem dúvida ficar bem acondicionadas, para recordação!

    Obrigado pela vossa atenção, peço desculpa pelo incómodo e votos de um óptimo fim-de-semana a todos!

    Um abraço com estima,

    Nuno.
     
  14. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    #114 AlfistaPortoghese, Jan 29, 2015
    Last edited: Jan 29, 2015
    Boa tarde a todos,

    Já há algum tempo que não falava do meu Mondial e, por coincidência, decidi realizar um pequeno investimento indirecto naquele que é o Ferrari que sempre terá um carinho especial da minha parte, por ter sido o primeiro:

    Verifico com a assiduidade possível, a secção de classificados do nosso fórum. Há um par de meses foi proposto um negócio: um comerciante anunciou a venda de diversos dossiers originais Ferrari que, segundo ele, eram catálogos presentes nas oficinas Ferrari para os mecânicos consultarem, por forma a substituirem peças. Não eram um acessório que acompanhasse as viaturas quando eram vendidas novas, nem a que os clientes e o público em geral tivesse acesso. Os dossiers são de raridade considerável, visto as oficinas há muito terem abandonado o suporte de papel.

    Inicialmente os dossiers seriam vendidos individualmente, pois havia ainda uma variedade considerável e todos em estado muito aceitável, especialmente tendo em conta o desgaste da sua função e o passar dos anos, que não perdoam: família 400, 328, 308, etc. e, claro, Mondial 3.2, cujo dossier original data de 1986! Infelizmente cheguei atrasado por um dia ou dois. Todos tinham sido vendidos por atacado a um colega proprietário nosso. Triste pelo sucedido e já dando por perdida a hipótese de deitar as minhas mãos ao dossier que mais me interessava, decidi contactar o utilizador que os havia adquirido para saber, não obstante ter acabado de os adquirir, se estaria interessado em vender este dossier específico.

    Para meu espanto, a resposta foi "sim" e após se proceder à negociação do valor, acertámos e fechámos o negócio. O Sr.Barry Cross (FChat ID: Green308GTSi) é uma pessoa de palavra, inteiramente justa e extremamente acessível. Recebi a encomenda através da UPS hoje mesmo:

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    (Está completo sem nenhuma folha em falta, nem nenhuma rasura).

    Achei que era uma aquisição interessante e engraçada, já que o meu Mondial está inteiramente original e com todos os kits e acessórios de fábrica, porque não juntar-lhe mais esta curiosidade que eu nem sabia que existia? Gosto muito destas antiguidades e literatura do passado, pelo que mergulhei de cabeça e agora aqui partilho convosco.

    Um grande abraço,

    Nuno.
     
  15. matzagrin

    matzagrin Formula Junior

    Aug 28, 2011
    321
    Coimbra
    Full Name:
    Bruno Pereira
    Grande aquisição Nuno! Parabéns! :)
     
  16. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Makuono, MDEL and F430Modena like this.
  17. portogts

    portogts Formula 3
    Project Master Owner

    Aug 31, 2008
    2,324
    Maia-Portugal
    Full Name:
    Vitor Sousa
    Sempre bonito de se ver!!! :D :D :D Hoje já é muito difícil de ver um mondial a passear pelas nossas estradas :D
     
  18. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Muito obrigado, Vitor! É bem verdade o que referes, no início de 2014 em que adquiri o meu Mondial, existiam vários modelos à escolha, vários anos de produção e motorizações diferentes. Hoje, além de praticamente terem desaparecido dos anúncios, também desapareceram virtualmente das nossas estradas.

    Ficam mais algumas fotos de capota para baixo em dia de Primavera! Realizei apenas, em números redondos, 2.000km em quase 4 anos e meio, mas desfutei e desfruto de cada momento, sendo que o Mondial continua um relógio não suiço, mas transalpino!

    Um abraço.
    Image Unavailable, Please Login Image Unavailable, Please Login Image Unavailable, Please Login Image Unavailable, Please Login
     
    Makuono likes this.
  19. MDEL

    MDEL Formula 3
    Silver Subscribed

    Feb 24, 2016
    1,986
    Southern Europe
    Full Name:
    Mario
    Nuno que belo exemplar o seu Mondial Cabriolet e convém nunca nos esquecer-mos de que se trata de um Pininfarina que já começa a ter estatuto de clássico. Como não tenho um conhecimento muito profundo do modelo tendo a confundir o 3.2 cabriolet com o anterior QV cabriolet embora o seu me pareça ser o 3.2. Todavia há algo que sei e é o facto do Mondial cabriolet se ter tornado também mundialmente famoso por ter sido o único Ferrari na história da marca que teve o privilégio de transportar um Papa. Esta imagem de João Paulo II a passear de Mondial correu o mundo e curiosamente quando alguém se refere ao Mondial a primeira coisa de que lembro é desta foto.
    Com o bom tempo já à porta estão reunidas as condições ideais para se passear de Mondial com a capota em baixo e estou certo que por onde o Nuno passa com o seu Mondial rosso é o centro das atenções.

    Um grande abraço

    Mário



    Image Unavailable, Please Login
     
    AlfistaPortoghese likes this.
  20. AlfistaPortoghese

    AlfistaPortoghese Moderator
    Moderator

    Mar 18, 2014
    2,670
    Portugal
    Full Name:
    Nuno
    Estimado Mário,

    Muito obrigado pelas suas tão simpáticas palavras, bem como pela partilha dessa extremamente saudosa e emblemática fotografia!

    Serei certamente parcial por, neste capítulo, ser juíz em causa própria, mas encaro o Mondial como um modelo com muita personalidade, especialmente com o passar dos anos e por oposição às actualmente em vigor tendências do design da indústria automóvel como um todo. O natural passar do tempo tem ainda a virtude, na minha modesta opinião, de continuar a dissipar paulatinamente a reputação menos brilhante que a versão inicial conheceu (o Mondial 8) e que, injustamente a meu ver, quase que condenou na prática a reputação das versões seguintes ainda que, no meu entender, as versões seguintes sejam belíssimos exemplares da casa de Maranello, tanto por mérito próprio quanto por comparação com os seus rivais de mercado à época.

    Desapaixonadamente, em termos mecânicos e exceptuando, como anteriormente referi, a versão inicial, o Mondial em termos mecânicos sempre conheceu performances interessantes, sonoridade cativante e fiabilidade assinalável: a versão 3.0 QV estava munida do mesmo bloco do 308, a minha versão (3.2) utilizava o motor do 328 e a versão final, o Mondial T, estava equipado com o mesmo grupo propulsor do 348. Acredito, pois, que o facto do Mondial se ter tornado um "mal amado" para o grande público entusiasta não se prenda tanto com questões de performance e/ou design, mas sim do estigma de todos os "2+2" que saíram de Maranello. Verifico também, ainda que de forma empírica e, por inerência, pouco ou nada científica, que geralmente os proprietários tanto do Mondial quanto dos demais Ferrari 2+2 são entusiastas fiéis e inabaláveis desses modelos, sendo que o estatuto de "mal amado", ainda que persista, parece emanar eminentemente de entusiastas que não conduzam ou convivam com estes modelos de forma regular.

    Se se tomar e apreciar o Mondial por aquilo que ele é, um GT descapotável de oito cilindros de 4 lugares e com 30 anos de existência (no meu caso particular), a condução será certamente muito recompensadora. Inversamente proporcional, se se demandar do Mondial as mesmas emoções que um carro puramente desportivo e/ou de uma viatura mais recente, provavelmente a experiência será revestida de um alto grau de desilusão.

    Um forte abraço.
     
    F430Modena, Makuono and MDEL like this.
  21. pedro233

    pedro233 Formula Junior

    Continua tão bonito como quando o via na oficina do P.Nóbrega.

    É um carro intemporal. Este deve ser seguramente um dos melhores exemplares cá em Portugal.
     

Share This Page